Vestígio de Tomas Tranströmer

Li hoje As minhas lembranças observam-me de Tomas Tranströmer. O livro foi publicado o ano passado pela Sextante Editora. Termina quase abruptamente, desafiando a aparente serenidade que se desenha ao longo de capítulos escritos num registo sóbrio, discreto, por vezes irónico. A escrita parece apontar para algo que se prende com a impropriedade da idade adulta, e termina com um capítulo sobre a passagem de Tranströmer pelo «último ciclo do liceu» («No outono de 1946 entrei no último ciclo do liceu, na secção do Latim.» [p. 71]). Depois disso, todos os tempos parecem valer a mesma coisa, e Horácio é um contemporâneo de René Char, e o mundo é, em essência, literatura, o que, ao lado dos sortilégios da infância e da juventude mais remota, se afigura coisa de pequena monta. É como se toda a poesia radicasse, talvez, numa certa modalidade do simbólico que está nas primícias do tempo vivido, sabendo-se porém que esse tempo é irresgatável, que talvez só possa ser humildemente acolhido quando a isso caprichosamente se dispõe. E, como nos sugeriu Walter Benjamin, há o vestígio, o distante tornado próximo,  sob a forma de poemas. Poemas de juventude que se publicam no final deste pequeno livro numa curta e luminosa antologia. Citaria um exemplo retirado da página 87, em tradução de Alexandre Pastor:

«adormecer com
olhos abertos
para extensas vertentes

a tua teia está coberta
de manchas cegas
o teu mapa de navegação foi desenhado
em pele de pantera
as tuas redes de pesca apodrecem no mar
onde tu próprio as esqueceste»

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: