Venezianas

Elizabeth Magill, 2007

Elizabeth Magill, 2007

I
Isola di San Michele.
A poucos passos um do outro,
Brodsky e Pound.
Talvez se odeiem no eterno,
mas aqui partilham
um mesmo bocado de ilha.

De que valem
os escandidos mundos exclusivos?

II
Como são mistificatórias
as presunções de certos seres
embriagados de arte e de si mesmos.
Escolas e declinações apaixonadas
não definem Veneza.

De que nos serve
uma ilusão perfeita?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: