Céu

Estudo de Mar e Céu, circa 1825, Joseph Mallard William Turner (1775-1851)

Estudo de Mar e Céu, circa 1825, Joseph Mallard William Turner (1775-1851)

Quando um dia tudo
for imóvel, sem frémito
ou inquietação demorada,

sem movimento ou luz
que arrepie a superfície
de cada coisa, quando tudo

assim estiver entregue
a um silêncio de pedra,
e tu não fores senão

a memória gasta, delida
dessa pedra, um fogo
apagado há mil anos,

quando a quieta forma
da tua vida for a sombra
mais interior desse oco,

um despertar de flor
surgirá no amplo céu
do nada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: