Jogo profundo

6a00d8341c562c53ef01538fcc736b970b-500wi
Cy Twombly, Heroes of the Achaeans. Fifty Days at Ilium (1978)

Comentário a Jean Giono

Estarei sempre do lado dos troianos, reafirmando
a pergunta essencial: que procuram os gregos ainda?
Que querem eles sob o pretexto da devolução de Helena?

Os que combatem na Ilíada não fazem
outra coisa senão retomar o jogo profundo que a guerra é.
Haverá sempre guerra para divertir os homens.
A grande alegria foi e sempre será a guerra,
e todas as guerras são de Tróia. Uma Tróia eterna
abate-se sobre o mundo desde a origem.

Numa manhã futura, sempre tão próxima,
os gregos desembarcarão em praias de Tróia,
como se fossem terríveis crustáceos couraçados,
dextros em dardos, pinças, sublimes armaduras.
A cidade será saqueada e incendiada, e nada sobrará
que não seja memória e incerta clareza de mapas
e especulações intermináveis sob o princípio e a ordem
que deve haver algures no ciclo de mortes e violências
sem nome que se repetem e repetirão até ao fim do tempo.